Probióticos Naturais

Embora você possa obter essas pequenas bactérias digestivas benéficas por meio de suplementos probióticos, há também muitos alimentos que contêm probióticos naturais, como os alimentos fermentados. Muitos alimentos fermentados são muito saudáveis e ricos em nutrientes, e os microrganismos vivos que eles contêm podem atuar como probióticos.

Os melhores probióticos naturais

Os probióticos naturais são um aliado essencial para a saúde intestinal e o bem-estar geral. Eles podem ser encontrados em uma variedade de alimentos, como iogurtekefirkombuchachucrutetempeh ou kimchi. Seus benefícios incluem o fortalecimento do sistema imunológico ou a melhora sintomática em patologias como a síndrome do intestino irritável, doença inflamatória intestinal ou casos de disbiose intestinal. Da mesma forma, os probióticos naturais ajudam a reduzir os processos inflamatórios e a melhorar a saúde intestinal e geral.

O que são probióticos naturais?

Os probióticos naturais são micro-organismos vivos presentes em determinados alimentos fermentados que, quando ingeridos em quantidades adequadas, proporcionam benefícios para a saúde intestinal e geral.

Os probióticos não devem ser confundidos com os prebióticos. Esses últimos são compostos não digeríveis e substratos dos microrganismos presentes em nosso intestino, ou seja, nossa microbiota intestinal

Entre os alimentos que contêm probióticos, podemos destacar:

  • Iogurte
  • Kefir
  • Kombucha
  • Chucrute
  • Tempeh
  • Kimchi
  • Miso
  • Natto
  • Leite cru
  • Queijo cru

Benefícios gerais dos probióticos naturais para a saúde

Melhoria da microbiota intestinal

Os probióticos naturais oferecem uma série de benefícios gerais à saúde, entre os quais a melhora da microbiota intestinal.

microbiota intestinal é composta pelos microrganismos que vivem em nosso intestino e desempenham funções vitais em nosso corpo. Essa microbiota deve estar em equilíbrio, sem que nenhum microrganismo cresça demais. Ao consumir alimentos ricos em probióticos naturais, estamos nutrindo a microbiota e incentivando seu crescimento e multiplicação de forma natural, o que ajuda a manter o equilíbrio dessa flora intestinal e impede o desenvolvimento de espécies patogênicas.

Uma microbiota intestinal saudável significa um melhor processo digestivo, menor permeabilidade intestinal e maior proteção contra infecções e doenças.

Fortalecimento do sistema imunológico

Outro dos benefícios mais importantes dos probióticos naturais é o fortalecimento do sistema imunológico. Os microrganismos presentes nesses alimentos contribuem para a produção de anticorpos e fortalecem as funções de defesa do organismo, promovendo maior resistência a várias doenças.

Bactérias benéficas, como Lactobacillus Bifidobacterium , são capazes de estimular as defesas do corpo, ajudando a prevenir infecções, alergias e até mesmo doenças autoimunes.

Melhora sintomática na síndrome do intestino irritável e em outras patologias intestinais

Os probióticos naturais também são muito benéficos em casos de distúrbios digestivos, como a síndrome do intestino irritávela colite ulcerativaou o refluxo gastroesofágico.

Esses micro-organismos ajudam a reduzir a inflamação, aliviar a dor abdominal e melhorar o funcionamento do intestino. Eles também podem ser benéficos em casos de diarreiaconstipação ou flatulência.

Com essas dicas, você pode aproveitar efetivamente os benefícios dos probióticos naturais e promover a saúde geral do seu corpo.

Os melhores probióticos naturais

Quais são os 11 melhores probióticos naturais?

Para obter uma seleção dos 11 melhores probióticos naturais para sua dieta, clique aqui.

Perguntas frequentes sobre probióticos naturais

Qual é o melhor probiótico natural?

Não existe um probiótico natural específico que seja considerado o "melhor" em todos os casos, pois cada probiótico tem diferentes cepas que proporcionam diferentes benefícios à saúde.

Entretanto, há vários alimentos e bebidas fermentados que são conhecidos por serem ricos em probióticos benéficos para o intestino. Alguns deles incluem:

  1. Iogurte: o iogurte feito de leite fermentado com culturas vivas contém bactérias benéficas, como Lactobacillus e Bifidobacterium.
  2. Chucrute: o chucrute é o repolho fermentado que contém bactérias do ácido láctico, que podem promover a saúde intestinal.
  3. Kefir: o kefir é uma bebida fermentada à base de leite ou água que contém uma variedade de bactérias e leveduras benéficas.
  4. Kimchi: o kimchi é um prato coreano feito de vegetais fermentados, como o repolho, e geralmente contém Lactobacillus e outras cepas bacterianas.
  5. Miso: o missô é uma pasta fermentada feita de soja e grãos que pode conter bactérias benéficas, como o Bacillus subtilis.
  6. Tempeh: o tempeh é um alimento fermentado à base de soja que contém bactérias benéficas, como o Rhizopus oligosporus.

Esses alimentos e bebidas fermentados podem fornecer uma boa fonte de probióticos naturais. Entretanto, a quantidade e a variedade de probióticos podem variar dependendo do método de fermentação e de outros fatores.

Se estiver procurando um probiótico específico para um determinado problema de saúde, é aconselhável consultar um profissional de saúde ou nutricionista para obter as recomendações adequadas.

Qual fruta tem mais probióticos?

Em geral, as frutas não são conhecidas por serem uma fonte rica em probióticos, já que eles são encontrados principalmente em alimentos fermentados. Entretanto, algumas frutas podem conter naturalmente determinados componentes prebióticos que favorecem o crescimento de bactérias benéficas no intestino.

Aqui estão algumas frutas que podem ter propriedades probióticas:

  • Bananas: as bananas contêm frutooligossacarídeos (FOS), que são fibras prebióticas que promovem o crescimento de bactérias benéficas no intestino.
  • Maçãs: as maçãs contêm pectina, uma fibra solúvel que pode servir de alimento para as bactérias benéficas do intestino.
  • Kiwi: o kiwi é uma fruta rica em vitamina C e fibras, que pode ter um efeito prebiótico e promover o crescimento de determinadas bactérias benéficas.
  • Romãs: as romãs são ricas em antioxidantes e contêm polifenóis, que podem ajudar a promover um ambiente intestinal saudável para as bactérias benéficas.

É importante observar que as quantidades de probióticos nas frutas são limitadas em comparação com alimentos fermentados específicos, como o iogurte ou o chucrute.

Se você quiser aumentar a ingestão de probióticos, recomenda-se consumir alimentos fermentados ou usar suplementos probióticos específicos, pois eles fornecerão uma quantidade mais significativa de bactérias benéficas para o intestino.

Quais nozes contêm probióticos?

As nozes não são uma fonte natural de probióticos, pois os probióticos são encontrados principalmente em alimentos fermentados. Entretanto, as nozes podem ser uma fonte de fibra prebiótica, que é um tipo de fibra que atua como alimento para as bactérias benéficas do intestino.

Algumas nozes que contêm fibras prebióticas incluem:

  • Amêndoas: as amêndoas contêm uma boa quantidade de fibras, incluindo fibras prebióticas que podem apoiar o crescimento de bactérias benéficas no intestino.
  • Nozes: as nozes também são uma boa fonte de fibras, incluindo fibras prebióticas que podem ter efeitos benéficos para o intestino.
  • Pistache: O pistache é outra opção de castanha que contém fibra prebiótica e pode contribuir para o equilíbrio da microbiota intestinal.

É importante observar que a quantidade de fibra prebiótica nas nozes pode variar, e recomenda-se consumi-las com moderação como parte de uma dieta equilibrada. P

Para obter uma ingestão adequada de probióticos, recomenda-se optar por alimentos fermentados, como iogurte, kefir ou chucrute, que são mais ricos nessas bactérias benéficas.

O que são probióticos naturais e como eles funcionam?

Os probióticos naturais são microrganismos vivos encontrados em determinados alimentos fermentados. Especificamente, eles são bactérias "boas" que ajudam a manter o equilíbrio da microbiota intestinal. Essas bactérias colonizam o intestino e produzem substâncias benéficas.

Os probióticos naturais ajudam a manter a saúde do sistema digestivo, além de fortalecer o sistema imunológico e prevenir infecções.

Os probióticos naturais são diferentes dos suplementos probióticos?

Sim, os probióticos naturais são diferentes dos suplementos probióticos.

Os probióticos naturais são encontrados em alimentos fermentados, como iogurte, kefir, chucrute, miso e kimchi, enquanto os suplementos podem conter cepas cultivadas em laboratório que são adicionadas a um agente de volume para preparar cápsulas ou comprimidos.

O método de consumo também é diferente, pois os alimentos fermentados são consumidos como parte de uma dieta saudável, enquanto os suplementos são tomados na forma de comprimidos, cápsulas ou líquidos.

Quanto tempo leva para notar os benefícios do consumo de alimentos probióticos naturais?

O tempo necessário para perceber os benefícios do consumo de alimentos probióticos naturais varia de pessoa para pessoa. Entretanto, acredita-se que mudanças significativas na microbiota intestinal podem levar cerca de seis semanas.

Para maximizar os resultados, é importante incorporar alimentos fermentados à dieta regularmente.

Há alguma contraindicação para o consumo de probióticos naturais?

Em geral, os probióticos naturais são seguros para a maioria das pessoas. No entanto, algumas pessoas podem apresentar efeitos colaterais, como dor de estômago, diarreia ou inchaço.

Pessoas com sistema imunológico comprometido ou condições médicas graves devem consultar um médico antes de consumir probióticos naturais. É importante seguir as instruções de consumo dos produtos e não exceder as doses recomendadas

Receitas e dicas para incluir probióticos naturais em sua dieta

Os alimentos probióticos se tornaram uma tendência saudável e deliciosa na alimentação cotidiana. Esses microrganismos vivos são benéficos para o corpo e são encontrados em alimentos fermentados, como iogurte, kefir, kombucha, chucrute, kimchi, tempeh e muitos outros.

Aqui estão algumas receitas e sugestões para incluir probióticos naturais em sua dieta.

  • Café da manhã com iogurte e frutas. Uma maneira fácil e saborosa de incluir probióticos na sua dieta é com um café da manhã à base de iogurte e frutas. Você pode escolher seu iogurte preferido e adicionar suas frutas preferidas para obter uma porção de probióticos e vitaminas. Se você gosta de doces, adicione um pouco de mel ou agave para adoçar.
  • Kefir com nozes. O kefir é uma bebida fermentada com vários benefícios para a saúde, portanto, se quiser incorporá-lo à sua dieta, pode misturá-lo com nozes, avelãs ou amêndoas para um café da manhã completo e nutritivo. Experimente nozes diferentes para variar o sabor.
  • Salada de chucrute. O chucrute é um alimento fermentado à base de repolho que tem vários benefícios para a saúde intestinal. Para incluí-lo em sua dieta de forma simples, você pode adicioná-lo como ingrediente em uma salada verde junto com outros vegetais e um vinagrete cítrico. Dessa forma, você receberá uma porção extra de probióticos e fibras em sua dieta diária.
  • Tempeh com legumes na wok. O tempeh é um produto fermentado à base de soja que é usado como substituto da carne. Se quiser incorporá-lo à sua dieta, experimente fritá-lo com seus legumes favoritos em uma panela wok com um pouco de óleo de gergelim e molho de soja para obter uma refeição completa rica em proteína vegetal e probióticos.
  • Smoothie com kombucha. Se você gosta de kombucha, uma maneira divertida de incluí-lo em sua dieta é na forma de um smoothie. Misture uma xícara de kombucha com frutas e legumes, como morangos, banana ou espinafre, para criar um smoothie rico em antioxidantes e probióticos.

Além disso, você pode encontrar uma grande variedade de receitas on-line para preparar seus próprios alimentos fermentados em casa. Dessa forma, você pode personalizar os sabores e as texturas de acordo com seu gosto pessoal e garantir que eles sejam frescos e saudáveis.

Atreva-se a experimentar e você verá como melhorará sua saúde intestinal e fortalecerá seu sistema imunológico!


Eduardo Santos de Paz

Farmacêutico - U. Complutense - Madri
Diploma em Óptica Oftálmica e Optometria - Univ. de Barcelona

Go up